Economia de Francisco: empresários cristãos promovem “itinerário de reflexão e partilha”

O Núcleo de Setúbal da ACEGE – Associação Cristã de Empresários e Gestores – vai organizar, através do grupo “Cristo na Empresa”, entre janeiro e junho de 2021, um conjunto de encontros online sob o mote “Do Desafio ao Compromisso”.

599

O Núcleo de Setúbal da ACEGE – Associação Cristã de Empresários e Gestores – vai organizar, através do grupo “Cristo na Empresa”, entre janeiro e junho de 2021, um conjunto de encontros online sob o mote “Do Desafio ao Compromisso”.

O itinerário de reflexão e partilha pretende “desafiar os empresários de Setúbal a confrontarem-se com os temas propostos pela Economia de Francisco e a incluírem-nos na sua tomada de decisão e na gestão da sua empresa” refere a organização em comunicado enviado à Diocese.

A proposta “Do desafio ao Compromisso” pretende ser “um elemento motivador de mudança para que os empresários assumam compromissos de gestão que se traduzam em estratégias concretas e reais”.

“Queremos ser, também nós, protagonistas de uma mudança económica que precisa começar já a transformar as nossas empresas e organizações em “canteiros de esperança”, combatendo de forma efetiva a cultura do descarte, da exploração, do oportunismo e da maximização do lucro como fim último das empresas. Antes, queremos ser protagonistas de uma economia responsável, sã e comprometida com um futuro digno e fraterno”, acrescenta a estrutura local da ACEGE.

Afirmam que esta é uma resposta ao apelo lançado pelo Papa Francisco em março de 2020, que pedia aos jovens economistas e empresários para “re-animar a economia!”, a estudar e a “pôr em prática uma economia diferente, que faz viver e não mata, inclui e não exclui, humaniza e não desumaniza, cuida da criação e não devasta.”

Os jovens responderam imediata e positivamente ao apelo do Papa, mostrando que estão disponíveis para ajudar a construir um modelo de crescimento económico em que “o respeito pelo meio ambiente, o acolhimento da vida, o cuidado da família, a equidade social, a dignidade dos trabalhadores e os direitos das gerações futuras” são harmonizados com progresso, rentabilidade, sustentabilidade empresarial e lucro.”

“Este apelo encontrou eco também nos nossos corações. Já não somos mais os jovens estudantes, mas somos os atuais empresários que têm em mãos a construção presente da economia. Somos aqueles que diariamente abrem as portas das suas empresas para produzir bens e prestar serviços; para empregar trabalhadores, atender clientes, negociar com fornecedores. Sentimo-nos desafiados, tal como aqueles jovens, a rever os nossos hábitos empresariais e a questionar as nossas organizações”, concluem.

“Gestão e Dádiva”, “Trabalhar e Cuidar”, “As Mulheres na Economia”, “Vocação, Lucro e Empresas em Transição”, “Políticas para a Felicidade” e “Estilo de Vida” são os temas dos encontros. As reuniões decorrerão mensalmente através da plataforma zoom.

Todos os empresários da região de Setúbal estão convidados a participar. Mais informações podem ser obtidas através dos endereços de e-mail manuel.perdigao@itpoweron.pt ou sofiazadinho@gmail.com.